Predestinado é aquele que já tem um destino traçado para sua vida mesmo sem saber. Esta é a sensação que o atleta Ruan Renato Bonifácio Augusto traz consigo desde muito cedo, quando o assunto é a profissão escolhida. Natural de Paulínia, interior de São Paulo, começou a jogar futebol na escola “Gol de Placa” ainda criança, pelo lado lúdico do esporte.

A cada ano que passava a ideia de ser jogador de futebol era amadurecida e a necessidade de realizar as categorias de base em algum clube crescia. Os primeiros passos foram dados no Paulínia FC, time formador e que serviu como segunda casa por quatro anos.

Por ter atuado muito tempo na cidade natal, não enfrentou a dificuldade de distância e saudade, até certo ponto comum entre os atletas. Assim, pode sempre contar com o apoio dos familiares e amigos, fato crucial para seu desenvolvimento. A saída em definitivo de casa só ocorreu aos 17 anos, quando foi morar em Jarinu/SP, para defender o Red Bull. Foram dois anos até se transferir para o Mogi Mirim, local onde realizou o último ano de júnior e se tornou profissional.

A pouca idade e a vontade de jogar fizeram com que Ruan rompesse as linhas distritais e partisse para um desafio pouco esperado: uma transferência para o Santa Rita/AL foi vista como boa opção para continuar evoluindo na carreira. Os anos de 2014 e 2015 serviram de motivação para seguir lutando em busca de seus sonhos.

O final de 2015 se aproximava e o ano seguinte apresentou a possibilidade de retornar ao seu Estado para atuar por um clube local. O Guaratinguetá, que então disputava a Série C do Campeonato Brasileiro, durante o segundo semestre do ano, foi a opção escolhida. Era a vitrine necessária para dar um salto em sua carreira. Combinado a isso, o auxílio do presidente João Telê deixou o projeto ainda mais atraente ao atleta.

“O trabalho que o João faz nenhum clube realiza no mundo do futebol. Ele abre as portas para as pessoas que deixam de ter um empresário forte ou que não tem tantas condições de estar jogando. Ele busca esses garotos e cabe a gente lutar pelos nossos sonhos e dar nosso melhor. A honestidade neste projeto é a palavra-chave. Já tive experiências muito ruins no futebol e me relacionei com pessoas que atrasaram minha carreira no esporte, mas depois que contei com o auxílio dele pude me concentrar apenas na minha função e as coisas começaram a acontecer de forma natural”, relatou.

A tranquilidade para estar ligado apenas no que acontecia dentro de campo foi tamanha que Ruan apresentou ótima regularidade com a camiseta do Guaratinguetá e chamou a atenção de diversos clubes em um curto espaço de tempo. Foram onze apresentações pelo Guará e sua transferência para o Juventude estava selada. O segundo desafio longe de casa estava lançado.

O ano de 2016 foi o mais importante da carreira até o momento. As razões disso são óbvias: além de destruir a desconfiança acerca de seu potencial, sua afirmação no futebol profissional foi o mais importante.

“Naquela temporada eu pude comprovar que não era um jogador que pararia nas categorias de base. Consegui me consolidar como uma peça importante no elenco do Juventude, sobretudo em um ano especial para a Instituição. Buscamos o acesso para a Série B e realizamos uma Copa do Brasil mágica. Eliminamos Paysandu, Coritiba, São Paulo e fomos eliminados nos pênaltis para o Altético/MG, nas quartas de final. A partida contra o Fortaleza que nos garantiu o acesso foi um momento mágico. O estádio lotado, a pressão da torcida adversária e nosso time muito bem postado durante todo o duelo. Com certeza, 2016 foi um divisor de águas na minha carreira”, destacou.

O zagueiro calmo e atento dentro de campo se reflete na vida de marido fora da rotina profissional. Ruan mora com a esposa em Caxias do Sul/RS e busca no tempo livre desfrutar da ótima culinária da Serra Gaúcha. Além disso, leva a vida no ritmo do pagode e do hip-hop para superar os obstáculos da vida. Vê em Juan, lendário zagueiro da Roma e Flamengo, um espelho para se destacar no futebol, atingir a Seleção Brasileira e dar a melhor condição de vida possível para seus pais.

Ficha técnica
Ruan Renato Bonifácio Augusto
Data de nascimento: 14/01/1994
Local: Paulínia/SP
Altura: 187cm
Clube atual: FK Austria Viena/AUT

Clubes
– Guaratinguetá/SP (2015)
– Santa Rita/AL (2015)
– Mogi Mirim/SP (2014-2015)
– Juventude/RS (2015-2017)

Conquistas pessoais
– Vice-campeão Gaúcho (2016)
– Acesso para o Campeonato Brasileiro – Série B (2016)

Foto: Divulgação/FK Austria Viena

  • Share:

FALE CONOSCO

A Aguante está de portas abertas para recebê-lo.