Faro de gol é uma expressão utilizada por diversos narradores esportivos quando querem definir algum atacante que balança muitas vezes as redes. No caso de José Henrique da Silva Dourado não é diferente. A artilharia é algo que lhe persegue nos clubes onde passa. E o jogador, claro, gosta desta perseguição.

“Sempre falo que o futebol é conjunto e as responsabilidades são divididas. Fazer gol é parte da minha posição e agradeço demais aos companheiros por onde passei, porque sem eles eu não teria as chances. Em alguns clubes consegui ser o principal goleador, graças a todos os colegas. Agora, evidente que é bom balançar as redes”, destaca.

A carreira de Henrique começou em Guarulhos, município onde nasceu, atuando no Flamengo local. O ano era 2007 e nesta temporada o jovem já passou aos profissionais. Mesmo assim, disputou duas vezes a tradicional Copa São Paulo de Futebol Júnior. Filho único, o menino cresceu correndo atrás da bola. Em 2009 transferiu-se para a Lemense e disputou a Série B do Campeonato Paulista. Na equipe sagrou-se vice-artilheiro da competição e conseguiu o acesso para a A3 no ano seguinte. Com o destaque regional, o centroavante foi negociado para o União São João de Araras e, posteriormente, Santo André.

Mas o crescimento exponencial de sua trajetória veio a partir do Cianorte, no Paraná. No Estadual foi o goleador do time, bem como na Série D, totalizando 14 gols. Tais episódios chamaram a atenção da diretoria da Chapecoense, que o contratou para a reta final da Série C, em 2012. E o objetivo foi atingido. Não só o chamado ‘Verdão do Oeste’ conseguiu o acesso inédito para a Série B, como Henrique virou o artilheiro do time no Nacional. Em oito partidas, cinco gols.

De Santa Catarina partiu de volta ao seu Estado. No Paulistão 2013 anotou oito gols pelo Mogi Mirim. Com isso, a primeira oportunidade em um chamado ‘grande’ do futebol. Henrique chegou ao Santos para a disputa do Brasileirão e da Copa do Brasil. Sem receber muitas oportunidades devido ao mau momento vivido pelo clube, transferiu-se para a Portuguesa.

Jogador de área, o atleta se define como brigador dentro de campo. Mesmo com a preferência pela perna esquerda, tem controle e chuta forte com a direita também, característica importante no futebol moderno. No lado pessoal, casou-se cedo e tem na companheira uma inspiração. Sereno, chama a atenção pela humildade.

“Sou um cara tranquilo e sei que nada se conquista sozinho dentro do futebol. Temos que sempre pensar de forma coletiva, porque em campo somos onze, mas existe toda uma estrutura por trás. Quero crescer ainda mais, com respeito ao próximo que é o principal e fazendo meu trabalho sem prejudicar ninguém”, define.

Após ser o artilheiro da Portuguesa no disputado Campeonato Paulista 2014, o centroavante rescindiu seu contrato em meados de abril com a equipe do Canindé e acertou com o Palmeiras. Desde os primeiros jogos com a camiseta alviverde, caiu nas graças da torcida. Em quatro partidas, foram quatro gols, média que superou diversos ídolos do ‘Palestra’. Ao comemorar um deles para homenagear um amigo, recebeu o apelido de ‘ceifador’. Característica que levou adiante e virou marca, inclusive de camisetas que levam sua assinatura. Depois de um belo ano pessoal, apesar do mau momento palmeirense, diversas portas se abriram. Em fevereiro de 2015 assinou com o Cruzeiro. Porém, com poucas oportunidades e propostas do exterior, rescindiu seu vínculo e partiu para Europa, a fim de atingir o sonho de jogar no Velho Continente.

Em julho de 2016 acertou o retorno ao Brasil e assinou por quatro temporadas com o Fluminense. Depois de poucas oportunidades no começo, a partir da chegada do técnico Abel Braga, as apresentações passaram a fluir e o Ceifador carimbou sua marca no clube e junto aos torcedores.  Humilde e agregador, o atleta atrai o carinho desde  torcedores mirins, até os mais velhos, por conta de sua comemoração característica e gols marcados pelo tricolor.

Ficha técnica 
José Henrique da Silva Dourado
Data de nascimento: 15/09/1989
Local: Guarulhos/SP
Altura: 184cm
Clube atual: Fluminense/RJ

Clubes
– Flamengo/SP (2007)
– AD Guarulhos/SP (2008)
– Lemense/SP (2009)
– União São João/SP (2010-2011)
– Santo André/SP (2011)
– Cianorte/PR (2012)
– Chapecoense/SC (2012)
– Mogi Mirim/SP (2013)
– Santos/SP (2013)
– Portuguesa/SP (2013-2014)
– Palmeiras/SP (2014)
– Cruzeiro/MG (2015)
– Vitória SC/POR (2015-2016)

Conquistas pessoais
– Taça Guanabara (2017)
– Artilheiro do Vitória SC no Campeonato Português (2016)
– Vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro (2014)
– Acesso para a Série B do Campeonato Brasileiro (2012)
– Artilheiro da Chapecoense no Campeonato Brasileiro da Série C (2012)
– Vice-artilheiro da Série B do Campeonato Paulista (2009)
– Acesso para a Série A3 do Campeonato Paulista com a Lemense (2009)

GALERIA DE FOTOS
Flickr Aguante

TODOS OS RELEASES
Henrique

REDES SOCIAIS
Facebook Instagram

Foto: Diego Carvalho/Aguante

  • Share:

FALE CONOSCO

A Aguante está de portas abertas para recebê-lo.